Selo Reimagine

Notícias

Publicado em 24 Julho 2017

Unesp revela bom desempenho nos rankings Times e QS

Universidade obteve a 12º posição na América Latina no Times Higher Education

Em recente publicação do Times Higher Education, a UNESP obteve a 12ª. posição entre as 81 universidades latino-americanas analisadas. Esse ranking tem como critérios de avaliação o ambiente e as atividades de ensino (36%), o ambiente e asa atividades de pesquisa (34%), as citações recebidas (20%), a internacionalização (7,5%) e a transferência de conhecimento e inovação (2,5%).

Observa-se que houve alteração nos pesos relativos utilizados na classificação das Universidades para a edição 2017. A principal diferença foi a pontuação para o critério Citação, que passou de 30% na edição de 2016 para 20% em 2017. Essa diferença de 10% reverteu para um acréscimo de 6% no critério Ensino, que passou a ter 36% da nota total, e de 4% para Pesquisa, segundo maior peso na nota, com 34%.

Já na avaliação da QS Top Universities Under 50, também recentemente publicada, há de se destacar o fato de a Unesp revelar consistência ao longo dos anos, ainda que no atual contexto de adversidades econômicas, pois se observa a manutenção de posição de prestígio no cenário internacional, permanecendo na posição 71-80 das universidades mais jovens, nos três últimos anos. Nesse contexto, entre 150 universidades avaliadas, a Unesp obteve a terceira posição na América Latina (ascendendo em uma posição relativamente à avaliação anterior), e a primeira posição no Brasil.

Outro aspecto importante a destacar, nesse ranking, reside no fato de que, no item Pesquisa, a Unesp obteve o indicador Very High, o que mostra seu empenho nessa atividade-fim.

Essas posições obtidas pela Unesp revelam-se ainda mais significativas especialmente se considerarmos o fato de que 40% do peso da avaliação QS deve-se ao item Academic Reputation, que é fruto de indicações obtidas pela Unesp de pesquisadores do meio acadêmico internacional.  Desse modo, há de se considerar que a Unesp vem ganhando, ao longo do tempo, mais visibilidade científica internacional, aspecto que deve ser continuamente incentivado por meio de ações indutoras já em implementação na universidade, visando ao aumento da produção científica em inglês em revistas de impacto, à atração de estudantes e pesquisadores estrangeiros, ao oferecimento de disciplinas de graduação e de pós-graduação em inglês, à intensificação das atividades de colaboração científica no âmbito dos acordos de cooperação acadêmica internacional e à  correta descrição da afiliação institucional nas publicações.

Cabe ressaltar, no entanto, que ambos os rankings comparam universidades de perfis muito diferentes, em termos de número de alunos e de docentes. A título de exemplo observa-se, no ranking QS, que as 10 primeiras colocadas, predominantemente asiáticas, revelam média de alunos FTE (full-time equivalent) quase três vezes inferior à da Unesp. Desse modo, tem-se comparadas universidades e institutos menores e eminentemente de pesquisa com universidades amplas, de ensino, pesquisa e extensão, como é o caso da Unesp.

A tabela completa da classificação está disponível em:
https://www.timeshighereducation.com/world-university-rankings/2017/latin-america-university-rankings

A metodologia detalhada pode ser verificada em:
https://www.timeshighereducation.com/world-university-rankings/latin-america-university-rankings-2017-methodology

Para demais informações, visite https://ape.unesp.br/ranking/ ou consulte a Comissão de Avaliação Institucional dos Rankings da Unesp: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo..

Assessoria de Comunicação e Imprensa

  • LogoAna
  • LogoAndef
  • LogoCapes
  • LogoCulturaAcademica
  • LogoEditoraUnesp
  • LogoEscolaDeFormacao
  • LogoEstadoSP
  • LogoFundacaoEco
  • LogoFundunesp
  • LogoMec
  • LogoProex
  • LogoPrograd
  • LogoPropg
  • LogoSecEducacao
  • LogoUab
  • LogoVunesp