Selo Reimagine

Notícias

Publicado em 16 Dezembro 2014

EaD na Unesp: inovação, acessibilidade e formação de educadores

Uma mão retira livros com capas coloridas de uma tela de notebook.Núcleo atua em parceria com os mais importantes órgãos educacionais e de pesquisa do país


O relatório Horizon Report - 2014, um dos mais respeitados documentos internacionais sobre tendências na Educação superior, indica as transformações no setor pelas quais passaremos nos próximos anos. Destaca-se entre elas a integração entre aprendizagem online, colaborativa e híbrida; desenvolvimento de tecnologia educacional para o ensino superior, com metodologias ativas e modelos híbridos de educação. Diante de uma sociedade cada vez mais conectada e tecnológica, não será possível conceber ambientes de aprendizagem sem explorar as potencialidades das tecnologias. Para tanto, a Universidade precisa avançar na direção de repensar suas práticas, com o risco de se tornar rapidamente uma instituição de desinteresse por parte do estudante e da própria sociedade, pois não será capaz de formar os profissionais que atendem as demandas do mundo do trabalho.

Com esse panorama, a Educação a Distância da Unesp representa, desde 2009 – ano em que o Núcleo de Educação a Distância (NEaD) foi instituído – braço importante da universidade no que diz respeito ao desenvolvimento e promoção de inovações nas áreas de Educação e Tecnologia, que tornaram-na uma referência nacional no assunto. Tem desempenhado, ao longo desses últimos cinco anos, importante papel na formação de educadores em nosso país e atuado no estabelecimento de parcerias com instituições e órgãos públicos e privados que possibilitaram a captação de recursos para investimento em infraestrutura e pesquisa. Todo esse investimento tem, além de atender as demandas dos cursos a distância, trazido benefícios significativos para a melhoria das condições dos nossos cursos presenciais, com ampliação do acervo bibliográfico, melhoria da infraestrutura, oferecimento de materiais didáticos digitais, entre tantos outros.

Em números, a EaD da Unesp nos últimos 2 anos já ofereceu mais de 50 cursos a distância e semipresenciais, que beneficiaram mais 100 mil pessoas que participaram ou cursam neste momento uma das edições das nossas iniciativas. Isso significa levar formação profissional para cerca de 12 vezes o número de estudantes que ingressam anualmente em nossos cursos presenciais, ou seja, no modelo atual presencial, a Unesp levaria 12 anos para beneficiar este mesmo número de pessoas da sociedade que a sustenta com seus impostos. Esse dado por si só, aliada a qualidade dos nossos cursos, justifica as iniciativas inovadoras da nossa Universidade em EaD e, portanto, motivo de orgulho para a academia.

Além dos números acima, destaca-se a qualidade do que é oferecido, cujas pesquisas com nossos estudantes apresentam avaliações superiores a 90% de satisfação, ressaltando-se  o que a Unesp desenvolve em termos de metodologias inovadoras, excelência nos materiais didáticos, acompanhamento dos estudantes por meio dos professores e tutores qualificados, avaliação da aprendizagem coerente com a proposta pedagógica, entre outros aspectos que elevam o valor da EaD na Universidade.

Ainda, destaca-se que o NEaD/Unesp beneficia milhares de pesquisadores, professores, estudantes e cidadãos comuns, brasileiros e estrangeiros, com o repositório de objetos digitais da Unesp, que hoje abriga aproximadamente 120 mil objetos entre materiais didático-pedagógicos, teses e dissertações, artigos científicos da Unesp, documentos raros de nossas bibliotecas físicas, entre outros, e hoje é um dos três maiores repositórios brasileiros em número de objetos.  Com a experiência adquirida, o NEaD/Unesp foi indicado  para desenvolver o repositório digital da CAPES – o EduCapes, que reunirá todo o conhecimento produzido no âmbito do Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB) em nosso país e que é composto hoje por 104 universidades públicas brasileiras.

Há ainda que se ressaltar a preocupação de nossa Educação a Distância de trabalhar em conformidade com os avanços da modalidade no mundo ao ser a primeira universidade do Brasil a ofertar cursos abertos e livres, popularmente conhecidos pela sigla MOOC (Massive Open Online Course), que ganharam visibilidade internacional após uma parceria entre o MIT e a Harvard, que por meio dela disponibilizam gratuitamente pela internet os conteúdos de suas aulas. Somente com esse projeto, instituído há dois anos e intitulado Unesp Aberta, a universidade oportunizou livre acesso ao conhecimento acadêmico produzido a cerca de 80 mil pessoas de nosso país e do mundo por meio de 70 cursos livres e totalmente gratuitos, com a previsão de ampliação para 100 cursos até o final de 2014.

Outra grande preocupação da EaD da Unesp é oportunizar o acesso a um ensino de qualidade para pessoas com deficiência que, na maioria do país, vivem às margens dessa realidade. O censo IBGE de 2010 indica que aproximadamente 24% da população brasileira tem algum tipo de deficiência. A Unesp não poderia deixar de atender a esse público e a partir de 2014, oferece seus cursos na modalidade a distância com todos os recursos de acessibilidade, tornando-se a primeira universidade brasileira a oportunizar acesso total e independente a pessoas com deficiência visual, auditiva e motora com os recursos de audiodescrição, Libras e legendas em todos os materiais. Para isso, firmou parceria com a Secretaria do Estado dos Diretos da Pessoa com Deficiência de São Paulo para a implementação na Faculdade de Ciência e Tecnologia de Presidente Prudente do Centro de Promoção de Inclusão Digital, Educacional e Social - o CPIDES - que promove o atendimento a essas pessoas, e com isso o desenvolvimento de pesquisas e cursos voltados à formação do Educador para o trabalho com o público alvo da Educação Especial e a criação de modelos de conteúdos educacionais acessíveis – trabalho pioneiro no Brasil. Em 2013 passou a oferecer o curso de Libras a distância para as licenciaturas e que obtiveram os melhores resultados avaliativos. 

Dentro da mesma perspectiva, desenvolve atualmente cursos de pós-graduação em Educação Especial e Inclusiva para professores e gestores de nosso Estado, iniciados em fevereiro deste ano, e aguarda a aprovação de um mestrado profissional em Educação Inclusiva, submetido a Capes, sendo a Unesp a âncora do projeto. Esta iniciativa utilizará os recursos de EaD para a formação profissional de professores em todo o Brasil, uma vez que a referida proposta conta com a parceria de outras Universidades Públicas de todas as regiões, incluindo a ampliação da política de acessibilidade, ação das mais inovadoras na Educação Brasileira com o uso das tecnologias para a construção de ambientes de aprendizagem significativos, contextualizados e inclusivos.

A EaD da Unesp trabalha em consonância com os referenciais de qualidade e diretrizes nacionais e internacionais, em parceria com os mais importantes órgãos educacionais e de pesquisa de nosso país e representa, atualmente, enorme volume de atividades de nossa Universidade, atendendo aos nossos objetivos de qualidade e desempenhando, com autonomia, nosso papel na sociedade na democratização do conhecimento para todos.

Klaus Schlünzen Junior - NEaD
(Imagens: Dreamstime e NEaD/Unesp)

  • LogoAna
  • LogoAndef
  • LogoCapes
  • LogoCulturaAcademica
  • LogoEditoraUnesp
  • LogoEscolaDeFormacao
  • LogoEstadoSP
  • LogoFundacaoEco
  • LogoFundunesp
  • LogoMec
  • LogoProex
  • LogoPrograd
  • LogoPropg
  • LogoSecEducacao
  • LogoUab
  • LogoVunesp