Selo Reimagine

Notícias

Publicado em 09 Novembro 2017

NEaD da Unesp apresenta práticas pioneiras de inclusão no Ensino Superior em congresso internacional

0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

Disciplinas e cursos desenvolvidos pelo Núcleo de Educação a Distância da Universidade permitem que pessoas com deficiência estudem com autonomia

As ações pioneiras de acessibilidade e inclusão da Universidade Estadual Paulista (Unesp) foram apresentadas durante o I Congresso Internacional sobre Universidade e Inclusão, realizado nos dias 7 e 8 de novembro pela Universidade de Barcelona, na Espanha. Os professores coordenadores do Núcleo de Educação a Distância (NEaD), Klaus Schlünzen Junior e Elisa Tomoe Moriya Schlünzen, mostraram as abordagens educacionais e as soluções tecnológicas que tornaram a Unesp a primeira universidade brasileira a oportunizar acesso e independência às pessoas com deficiência visual, auditiva e motora.

Sob o título “Inclusão na Educação Superior: a acessibilidade digital no contexto da Universidade Estadual Paulista”, o trabalho, exposto no formato de comunicação oral, delineou os cursos nas modalidades de Educação a Distância e b-Learning desenvolvidos pelo NEaD/Unesp, desde os Ambientes Virtuais de Aprendizagem (AVA) e materiais didáticos com recursos de acessibilidade até os conceitos de mediação pedagógica e as metodologias de aprendizagem que favorecem a educação de todos os estudantes.

Acesso, prática contextualizada e valorização das diferenças

As disciplinas, cursos de graduação e de pós-graduação desenvolvidos e implementados pelo NEaD, em parceria com as Pró-Reitorias de Graduação (ProGrad) e Pós-Graduação (ProPG) da Unesp, possuem AVA compatíveis com o uso de leitores de telas e aplicativos de tradução para Libras. Além disso, são autoconfiguráveis, permitindo ao estudante escolher entre materiais didáticos audiovisuais com legendas, Libras ou Audiodescrição.

A abordagem educacional empregada é a Construcionista, Contextualizada e Significativa, na qual estudantes desenvolvem um projeto ou produto de seu interesse e dentro do seu contexto de vida. “O professor/mediador sistematiza a aprendizagem, dando significado aos conceitos e conteúdos”, explica a professora Elisa, coordenadora geral do NEaD/Unesp.

Durante a apresentação, o professor Klaus, coordenador de gestão e certificação do NEaD/Unesp, ressaltou que o núcleo propõe a vivência de uma cultura inclusiva, baseada na premissa de que as limitações impostas pelas deficiências ou dificuldades dos estudantes podem ser superadas mediante a valorização das diferenças e aceitação das experiências individuais de aprendizagem.

O evento

O I Congresso Internacional sobre Universidade e Inclusão reuniu pesquisadores, professores e especialistas para a troca de experiências sobre as atividades e as pesquisas realizadas com a finalidade de proporcionar a inclusão no Ensino Superior. Palestrantes de universidades dos Estados Unidos, Inglaterra, Alemanha e Espanha abordaram as políticas, práticas, tendências, desafios, consensos e divergências sobre o tema.

Para as comunicações orais, foram selecionados os estudos que representaram um avanço significativo no suporte a pessoas com deficiência em uma das seguintes áreas: adaptações curriculares e acadêmicas; acesso à universidade, recepção e monitoramento; esporte universitário e inclusão no mercado de trabalho.

 

0
0
0
s2sdefault
powered by social2s
  • a-LogoUniceu.png
  • b-logoprefeiturasp.png
  • c-LogoProexOver.png
  • d-LogoProgradOver.png
  • e-LogoPropgOver.png
  • f-logocetesb.png
  • g-LogoSecEducacao.png
  • h-LogoUAB.png
  • i-LogoCapes.png
  • j-logoMEC.png
  • k-LogoAna.png
  • l-logoMinisterioMeioAmbiente.png
  • m-LogoCulturaAcademica.png
  • n-LogoEditoraUnesp.png
  • o-LogoVunesp.png
  • p-LogoFundunesp.png
  • q-logoIBC.png
  • r-logouabpt.png
  • s-LogoFundacaoEspacoEco.png
  • t-LogoAndef.png