Selo Reimagine

Notícias

Publicado em 30 Agosto 2017

Unesp disponibiliza pesquisa de doutorado sobre a atuação e a importância do designer educacional

Está disponível no repositório institucional da Unesp pesquisa de doutorado sobre a importância do profissional de design educacional nos cursos a distância. Intitulada “Designer Educacional: conceituação a partir das abordagens de educação CCS e EJV no contexto de cursos na modalidade a distância”, a tese é de autoria de Paula Mesquita Melques, que atua como designer educacional no Núcleo de Educação a Distância (NEaD) da Unesp, com a orientação da Prof.ª Dr.ª Elisa Tomoe Moriya Schlünzen, coordenadora geral do NEaD/Unesp.

A pesquisa é relevante para estudantes, pesquisadores, educadores e profissionais interessados não somente no designer educacional, mas também em compreender a necessidade de uso de metodologias ativas de aprendizagem, as especificidades da docência em EaD, as diferenças entre o designer instrucional e o designer educacional e o processo de elaboração e execução de cursos a distância.

O objetivo principal da pesquisa foi conceituar o designer educacional, partindo da hipótese de que ele tem um papel fundamental quando são propostas práticas de educação centradas na construção do conhecimento, como é o caso das Abordagens Construcionista, Contextualizada e Significativa – CCS (SCHLÜNZEN) e Estar Junto Virtual – EJV (VALENTE). “A hipótese parte da complexidade de se estruturar cursos a distância de maneira que não seja realizada a transposição de práticas de transmissão de informações, presentes historicamente na educação, para o contexto da Educação a Distância”, detalha Melques.

Considerando o contexto citado, a pergunta da pesquisa pode ser resumida em: “como o designer educacional deve atuar para permitir que os objetivos das referidas abordagens de educação sejam alcançados, levando em conta as características do público-alvo e as especificidades da EaD?”.

A pesquisadora estudou a elaboração e a execução de um curso de especialização do Programa Rede São Paulo de Formação Docente (Redefor) – Educação Especial e Inclusiva, no qual atuou como designer educacional. Com uma abordagem qualitativa do tipo investigação-ação, Melques selecionou e coletou dados por meio de arquivos de roteiros, matriz e agenda; e-mails trocados entre a equipe multidisciplinar, professores autores, especialista e coordenação; da proposta pedagógica e da produção dos cursistas no Ambiente Virtual de Aprendizagem do curso.

Os dados foram analisados a partir do confronto entre o que foi pensado inicialmente pelo professor autor e o resultado final após as intervenções realizadas pelo designer educacional; e, também, a partir da identificação dos elementos das abordagens CCS e EJV na proposta pedagógica do curso e na produção dos cursistas.

Observou-se que o designer educacional contribuiu para o estabelecimento da base de conhecimentos tecnológicos e pedagógicos do conteúdo (TPACK) (MISHRA; KOEHLER) a partir da articulação dos saberes e das ações das equipes pedagógica e multidisciplinar. A proposta pedagógica permitiu que os cursistas construíssem produtos por meio de atividades contextualizadas, com alto nível de interação e mediação pedagógica efetiva, permitindo assim a construção do conhecimento à medida que atribuíam significado aos conceitos apreendidos.

Em sua tese, a pesquisadora traz uma nova conceituação e modelo de designer educacional. A pesquisa pode ser lida na íntegra no endereço: http://hdl.handle.net/11449/151377

  • LogoAna
  • LogoAndef
  • LogoCapes
  • LogoCulturaAcademica
  • LogoEditoraUnesp
  • LogoEscolaDeFormacao
  • LogoEstadoSP
  • LogoFundacaoEco
  • LogoFundunesp
  • LogoMec
  • LogoProex
  • LogoPrograd
  • LogoPropg
  • LogoSecEducacao
  • LogoUab
  • LogoVunesp