Selo Reimagine

Notícias

Publicado em 25 Agosto 2017

Sistema UAB receberá referenciais para a institucionalização da Educação a Distância

As Instituições de Ensino Superior (IES) que fazem parte da Universidade Aberta do Brasil (UAB) receberão, em breve, o documento “Referenciais para o Processo de Institucionalização da Educação a Distância (EaD) no Sistema UAB”, elaborado por meio de iniciativa da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).

O presidente da CAPES, Abílio Baeta Neves, recebeu o documento nesta terça-feira, dia 22 de agosto, durante reunião em Brasília com a presença do Grupo de Trabalho (GT) instituído pela agência com a finalidade de produzi-lo. Durante seis meses, o grupo analisou a oferta e a organização da EaD nas IES vinculadas à UAB e propôs recomendações legais, organizacionais, pedagógicas e acadêmicas.

O Grupo de Trabalho

Constituído pela Portaria CAPES n.º 189, de 03 de novembro de 2016, com redação atualizada pela Portaria CAPES n.º 03, de 05 de janeiro de 2017, o GT foi formado de maneira a abranger os diferentes contextos e características do ensino superior brasileiro, garantindo a representação de toda a comunidade acadêmica da UAB.

Entre seus integrantes, está o professor Klaus Schlünzen Junior, coordenador de gestão do Núcleo de Educação a Distância da Universidade Estadual Paulista (Unesp), indicado para representar a Associação Brasileira dos Reitores das Universidades Estaduais e Municipais (ABRUEM). “Atualmente, o Sistema UAB integra Instituições de Ensino Superior com diferentes realidades no que diz respeito à institucionalização da Educação a Distância e Educação Híbrida, sendo relevante a disponibilização de um documento norteador”, comentou o professor da Unesp.

Também fazem parte do GT representantes da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior – ANDIFES (Maria José de Sena, da Universidade Federal Rural do Pernambuco) e do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal da Educação Profissional, Científica e Tecnológica - CONIF (Vanessa Battestin Nunes, do Instituto Federal do Espírito Santo). O Ministério da Educação (MEC) se fez presente por meio da participação de Elizabeth Balbachevsky, da Secretaria de Educação Superior (SESu) e de Carlos Cezar Modernel Lenuzza, diretor de Educação a Distância da CAPES.

Segundo Schlünzen, considerando o cenário atual do Sistema UAB, foram definidas dimensões a serem contempladas em um processo de institucionalização da EaD, com diretrizes para cada uma delas. No documento, os autores ressaltam que o estabelecimento dos referenciais não esgota o tema, mas serve de ponto de partida para o trabalho de incorporação da EaD e da Educação Híbrida na rotina acadêmica, visando nortear o planejamento e a avaliação institucional. O grupo de trabalho aconselha também ampla divulgação dos referenciais e abertura de espaço para sugestões de toda comunidade no âmbito da UAB.

Saiba mais no site da CAPES: https://goo.gl/XrN7cV

capes menor

 Reunião em Brasília. Da esquerda para a direita:  Klaus Schlünzen Junior (Unesp e ABRUEM), Maria Cristina Mesquita da Silva (DED/CAPES),  Ilka Serra (UEMA e presidente do Fórum dos Coordenadores do Sistema UAB), Abílio Baeta Neves (presidente da CAPES), Maria José de Sena (UFRPE e ANDIFES), Carlos Cezar Modernel Lenuzza (diretor de EaD da CAPES) e Vanessa Battestin Nunes (IFES e CONIF). 

Foto: Lucas Lopes - CCS/CAPES

 
 
  • LogoAna
  • LogoAndef
  • LogoCapes
  • LogoCulturaAcademica
  • LogoEditoraUnesp
  • LogoEscolaDeFormacao
  • LogoEstadoSP
  • LogoFundacaoEco
  • LogoFundunesp
  • LogoMec
  • LogoProex
  • LogoPrograd
  • LogoPropg
  • LogoSecEducacao
  • LogoUab
  • LogoVunesp