Skip to content
Back

Notícias

Published Date

Programa Ensino de Inglês como uma Língua Estrangeira tem inscrições abertas

Na imagem, a integração das bandeiras do Brasil e da Inglaterra.Curso de aperfeiçoamento é uma parceria entre CAPES e Instituto de Educação da Universidade de Londres

  

Estão abertas até o dia 28 de setembro as inscrições para o Programa “Ensino de Inglês como uma Língua Estrangeira”, promovido pela CAPES em parceria com o Instituto de Educação da Universidade de Londres (IOE).

 

O curso será promovido em 4 semanas, com previsão de 30 vagas, e é voltado para professores que atuam na rede pública de Ensino e que possuem proficiência em Inglês.

 

O programa de aperfeiçoamento busca valorizar os profissionais do magistério da educação básica e melhorar a qualidade do ensino na rede, e também tem por objetivo favorecer a integração e a cooperação educacional, cultural e científica entre países parceiros.

 

Além disto, visa oportunizar uma experiência in-loco em história e cultura inglesa e estimular o intercâmbio entre professores brasileiros e ingleses.

 

Para se inscrever, basta acessar o site da CAPES, preencher o formulário e enviar os documentos solicitados de forma eletrônica. Entre eles, uma carta de apresentação e um redação em inglês. Em seguida, os candidatos passarão por outras etapas como entrevista, análise de mérito e dos documentos enviados.

 

É importante ressaltar que os 30 contemplados serão auxiliados durante as quatro semanas de estada em Londres. Os benefícios incluem itens como seguro saúde; pagamento de taxas escolares; custeio de despesas com hospedagem, alimentação e deslocamento, etc.

 

Ao final do programa, o cursista deverá enviar um relatório individual à CAPES, onde descreverá brevemente as atividades que realizou, qual o impacto os conhecimentos adquiridos no curso terão sobre a prática da profissão em sala de aula e, ainda, um projeto para ser desenvolvido na instituição de ensino na qual atua.

 

Após retornarem ao Brasil, os participantes devem apresentar, em até 30 dias, um relatório sobre todas as atividades desenvolvidas ao longo das 4 semanas. O Instituto de Educação da Universidade de Londres também enviará uma avaliação individual sobre cada inscrito.

 

Elisa Tomoe Moriya Schlünzen, coordenadora acadêmica do projeto Unesp/Redefor, enxerga no curso uma boa oportunidade para os cursistas da especializaçãoem Língua Inglesa.“Para os professores-cursistas do Redefor, esta é uma chance excepcional de mergulhar no aprendizado obtido no decorrer da formação do programa, em termos de vivência, cultura, uso da língua, entre outros.”

 

Soraia Marino – NEaD
(foto: divulgação)
Fonte: Capes